Google+ Sede do Controle (Portal do 86): Cinecastro e Arte industrial cinematógrafica

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Cinecastro e Arte industrial cinematógrafica





A primeira temporada de agente 86 foi dublada pela AIC e Cinecastro,já na quinta temporada consta em algumas fontes como Wikipedia que foi dublada somente pela cinecastro e está errado por a quinta e primeira temporada foram dubladas por essas duas dubladoras.

A concequencia da série de sucesso nos EUA chegam ao BRASIL em 16 de julho de 1967 na tela da Record,com dublagem aic e cinecastro,o sucesso foi tanto que num dia da semana a record reprisou o episodio do sabado ás 17h.

Com o sucesso, a TV Record não abriu mão da série e foi adquirindo as temporadas seguintes. Dessa forma, a TV Record ficou com os direitos da série por 5 anos, exibindo-a na íntegra, apenas houve diversas alterações de dias e horários para exibição.

Já em meados de 1972, com o fim da série, a Record exibia Agente 86 de segunda à sexta nos horários vespertinos, mas como a quinta temporada não emplacou audiência  no Brasil (devido ao casamento de Max e 99), a série foi tirada do ar. Entretanto, interessante é o fato da emissora ter passado  os 138 episódios, que fizeram fãs do Agente 86 .

O seriado  ficou menos de 3 anos fora do ar e, em março de 75, retornaria pela Globo, sendo exibido às terças e quintas após A Noviça Voadora, às 14h. Em76, foi tirado do ar, mas ainda teria alguns poucos episódios exibidos, em 77, na Sessão Comédia.


Durante mais 3 anos o seriado ficou fora  e, em 80/81, Get Smart retorna pela  Bandeirantes.
Novamente, Agente 86 faz um enorme sucesso e foi exibido até  84/85, tendo ocupado algumas vezes o horário nobre da emissora. Todas as 5 temporadas foram exibidas, porém  15 episódios não  foram. O motivo: o desaparecimento da dublagem.
Em 85, a Bandeirantes devolveu a série à distribuidora e, entre 85 e 90, ocorreu o desaparecimento da dublagem das 4 primeiras temporadas.

Em 91, A  Bandeirantes exibe a série Agente 86 a partir das 15h, entretanto somente a 5ª temporada foi exibida, pois foi a única que sobreviveu com a dublagem.

Em 90, o canal  Multishow trouxe a  Retro TV e, entre as séries  estava Agente 86. No entanto, a emissora  exibiu cerca de 3 temporadas totalmente legendadas. Já, por volta de 92/93, o seriado foi retirado do ar .


Agente 86 só voltaria pela tv  no final dos anos 2000, pelo canal TCM, mas redublado. A redublagem foi a mesma  para a venda dos box em dvd da série.
Um fato curioso foi que o TCM ainda ter exibido uma vez a 5ª temporada com a dublagem original.

Bruno Netto : "a dublagem do 86 iniciou na AIC e se a memória não me falha, foi o José Soares que disse que eu tinha a voz muito parecida com a do ator. Eu terminei na Cinecastro a dublagem do 86, mas foi iniciada na AIC"

 Barbara Feldon (Agente 99) foi entregue a experiente dubladora Aliomar de Matos ,  que possuía uma enorme experiência do trabalho com a voz, realizada no Rio de Janeiro.


Para a dublagem de Edward Platt (O Chefe), a escolha foi  perfeita: Mário Jorge Montini.
Com seu vozeirão, que sempre se enquadrava bem para vilões,  dublou um Chefe atormentado pelas trapalhadas de Max, com paciência excessiva.
Mário Jorge Montini dublou o  Edward Platt , demonstrando toda a experiência trazida do Rádio e também como um dos pioneiros da dublagem brasileira.


Assim, as 4 primeiras temporadas de Get Smart, foram dubladas exemplarmente pela AIC. Para a dublagem de tantos episódios, estiveram presentes inúmeros dubladores da época: José Soares, Arquimedes Pires, Eleu Salvador, Lucy Guimarães, Ézio Ramos, Sílvio Navas, Isaura Gomes, Hugo de Aquino Júnior, Aldo César, Maria Inês, Sílvio Matos, Xandó Batista, etc.

No início de 70, a transferência de Bruno Netto para o Rio de Janeiro, a 5ª temporada foi dublada já no estúdio Cinecastro. Os produtores mantiveram Bruno Netto com o personagem, porém os demais foram alterados.

Atualmente, encontramos episódios de Agente 86 com a sua dublagem original, apenas com colecionadores que ainda conseguiram preservar esta raridade



Postar um comentário